El Pelegrino rumo à Santiago de Compostela


Pelo Caminho:

Pela Europa:

Pelo Brasil

O Caminho do Norte



O Camino de Santiago do Norte é uma rota muito tranquila e agradável de beleza natural especial. Sua topografia é muito diferente do Caminho Francês de Santiago o que torna a experiência diferente entre os dois.


O Camino do Norte segue a costa Norte da Espanha, a partir da fronteira francesa em Irún, junto da região do País Basco, Cantábria, Astúrias e finalmente a Galiza, onde a cidade de Santiago de Compostela se encontra.


O Camino do Norte é montanhoso, com cenários impressionantes, com os Picos de Europa nas Astúrias, que o peregrino pode ver à sua esquerda enquanto caminha ao longo das falésias do litoral.


No Camino do Norte há muitas oportunidades de mergulho nas pequenas praias solitárias de água azul turquesa, ou simplesmente parar e relaxar, apreciando a vista do mar, com as ondas batendo nas pedras e nos penhascos.


Para os amantes da natureza, florestas e paisagens verdes, o Camino do Norte é a trilha perfeita. Mas eles devem ter em mente que o Camino do Norte representa um desafio físico muito maior do que o Camino Francês, devido as constantes subidas e descidas do caminho e também devido ao seu clima úmido do Atlântico, que faz chuva bastante provável mesmo nos meses de verão.



Sinalização

Em geral é boa, embora, por vezes, pode haver uma falta de marcas de tempo em tempo por entre as diversas sendas, o que faz com que seja fácil de se perder, se você não prestar atenção. Na região da Galiza (último 200 km) a sinalização é excelente.


Sinalização comum no Caminho do Norte



Principais Características

O Caminho do Norte alterna por estradas pavimentadas e caminhos naturais. Às vezes você está andando em estradas pavimentadas, que podem ser úteis para evitar a lama, mas isso prejudica as articulações e queimam os pés muito mais do que os caminhos naturais.


Os albergues em sua maioria são muito básicos e pequenos, em torno de 20 leitos. Em muitos caso são muito distantes uns dos outros, com distância média de mais de 30 kms.


O número de peregrinos raramente ultrapassa a 30, num dia durante o verão, que é o período mais movimentado. Embora ultimamente ele está se tornando mais e mais popular muito rapidamente. Esta é uma boa escolha se você quer andar sozinho.


As condições do tempo são sempre uma surpresa, chamado de o tempo Atlântico, muito mutável, húmido e molhado. No verão, quente, mas não tão quente durante os dias e fresco as noites. Você pode ter algumas nuvens e chuva, mas em geral a temperatura é perfeita para caminhar e o clima é agradável.


O resto do ano, muito chuvoso e frio. Se você não gosta de caminhar sob um sol escaldante no verão, esta pode ser sua melhor escolha. Melhor época do ano para Caminhar é em julho e agosto.


A Natureza foi bem generosa no Caminho do Norte, com montanhas e seus picos nevados de um lado e o mar do outro lado, com muito verde e florestas. Muitas praias agradáveis ​​que escaparam da civilização e do turismo, onde você pode ter um banho agradável. É realmente um paraíso natural.


Peregrino apreciando a paisagem numa das Praias do Caminho do Norte